Projetos Futuros

Resort of the Future

Os Resorts of the Future produzem pelo menos tanta energia quanto consomem, sendo ainda possível que produzam excedentes que poderão ser utilizados para abastecer viaturas elétricas / outras infraestruturas.

Compreendem ainda tecnologia de topo na área da interação com o utilizador, que poderá personalizar todas a sua experiência através de uma simples APP móvel.

Protótipos

Para proceder ao desenvolvimento, demonstração, teste e otimização da tecnologia, a Casas Em Movimento procedeu à construção de 4 protótipos. Cada um destes protótipos representou uma fase diferente relativa ao processo de Investigação e Desenvolvimento.

PROTÓTIPO IV

Implantado no centro de Matosinhos, o protótipo IV (Casa Em Movimento Matosinhos) serviu como palco de demonstração da dinâmica de espaços interiores que a tecnologia Casas Em Movimento permite, pela inclusão de um módulo interior fixo.

Adicionalmente, integrámos sistemas de Inteligência Artificial e Internet of Things.

Além de se poder movimentar para seguir o Sol, o utilizador pode agora controlar a casa através do seu smartphone.

PROTÓTIPO III

Construído em 2015,  no Porto, foi implantado junto ao mar. Com este protótipo demonstrámos o funcionamento do mecanismo de rotação e de inclinação da pala fotovoltaica para a posição de verão.

Na construção do protótipo privilegiou-se a utilização do vidro, a fim de tornar visíveis os vários mecanismos e tecnologias utilizadas na sua construção.

O protótipo foi implantado sobre uma base metálica, com 7 metros de diâmetro e 30 centímetros de profundidade.

PROTÓTIPO II

Construído em 2014, em fábrica, incluiu um chassis automatizado para permitir o movimento de rotação do edifício e o mecanismo de inclinação da pala fotovoltaica para a posição de verão.

Foi alvo de vários testes, em ambiente controlado, a fim de garantir a fiabilidade da construção e a sua resistência a fatores como a existência de ventos fortes.

Nesta fase, a Casas Em Movimento contou com a aprovação de um apoio do Programa Operacional Regional do Norte (Ciclo de Fundos Comunitários ao Serviço do Desenvolvimento Territorial), com um incentivo de 62,33% num investimento global de aproximadamente oitocentos mil euros.

PROTÓTIPO I

Construído em Madrid, na Solar Decathlon Europe 2012,  a Casas Em Movimento fez parte dos 20 projetos selecionados, tendo recebido um prémio de 100.000€, num total de cerca de 200 projetos de todo o mundo apresentados a concurso.

Com este primeiro Protótipo, foi efetuada prova de conceito da inclinação da pala fotovoltaica no movimento de Inverno.

Na construção da casa privilegiou-se a utilização de materiais sustentáveis, característicos da indústria portuguesa, como a madeira e a cortiça.